Entrevista

9 de julho de 2008

Esta é uma entrevista que dei (chique :-)) para o Paulo Mendes, para uma matéria publicada num jornal on-line da Universidade Metodista de São Paulo.

Futebol de botão de São Bernardo disputa competições profissionais

Quando começou a praticar o futebol de mesa? Por que?

De forma organizada, com regras oficiais, voltei a jogar em 2005. Antes, tinha jogado quando criança, até a adolescência.

A volta ao futebol de mesa foi meio acidental. Eu e meu co-cunhado havíamos comprado algumas chapas de madeira para fazer alguns móveis e sobrou um retalho grande, com o qual nenhum dos dois queria ficar. Olhando para ele, achamos parecido com um campo de botão e acabamos construindo um de farra. Começamos a jogar com times antigos, junto a um outro amigo e acabamos descobrindo alguns outros amigos que também estavam jogando em casa.

Daí por diante, fomos pesquisando regras oficiais, construindo campos melhores, oficiais e adquirindo times novos. A coisa foi crescendo sem parar e hoje estamos com uma associação de futebol de mesa formalizada, o Bola Quadrada (http://bolaquadrada.com).

É um esporte muito praticado?

Sim, hoje existem milhares de praticantes filiados a federações regionais e também à Confederação Brasileira. Sem contar a grande quantidade que joga de forma informal, em família.

Qual a sua relação afetiva com o futebol de botão?

Não sei se se pode chamar de “afetiva”, mas sou apaixonado pela atividade, que não se resume apenas em jogar. O futebol de mesa, para mim, consiste de organizar competições e outras atividades, redigir regras, fazer times (só jogo com botões feitos por mim), pesquisar sobre grandes times da história, divulgar o esporte. Enfim, é muito mais que apenas colocar o time na mesa ;-)

Tem boas recordações de jogos?

Sim, claro que sempre existem aqueles jogos “inesquecíveis”, mas as recordações dos encontros e da diversão em torno da mesa são maiores.

Há consumidores do material que você faz? Qual o número estimado desses consumidores?

É difícil estimar o mercado, já que estou começando nesse ramo, mas tenho mais encomendas do que consigo produzir. Por isso mesmo, parei de aceitá-las. Por hora estou produzindo botões apenas como passa tempo e ainda não tenho certeza se seria interessante ter essa como meu ganha pão.

Qual a faixa etária mais comum dos compradores dos produtos?

Como os times produzidos a mão, personalizados são relativamente caros, em geral os consumidores estão na faixa de 35 anos para cima.

Bem, o que foi publicado não foi o que para mim era o mais importante, mas tá valendo ;-)

Um comentário para “Entrevista”

  1. Bruno disse:

    Fala Marcus!! Parabéns pela entrevista, apesar da edição. Já sobre suas estatísticas, você teria como me mandar por e-mail os nossos jogos? Peço isso porque minhas estatísticas estão diferentes das suas em nosso confronto, de modo que quero unificá-las. Pelas minhas contas teríamos 2 jogos a menos, e nosso duelo teria 4 vitórias para cada um e 4 empates.
    Abração,
    Bruno.

Deixe um comentário


Marcadores

1930 1934 1938 1942 1943 1944 1953 1954 1955 1958 1961 1962 1963 1966 1970 1974 1976 1980 1981 1982 1983 1987 2008 2009 Ajax Alemanha Argentina Argélia Arsenal Atlético Madrid Atlético Mineiro Atlético Paranaense Austrália Bahia Bangú Barcelona Bayern Boca Jr. Bola Quadrada Botafogo Botões Bragantino Brasil Brasiliense Brasiliense 2009 Brasília Camarões Campeões Brasileiros Campeões Candangos Campeões mundiais Campineira Ceará Ceilândia CEUB CFZ-DF CFZ/DF Chile Coenge Colo-Colo Colombo Copa 2010 Coritiba Coréia do Norte Coréia do Sul Cosmos Costa do Marfim Criciúma Cruzeiro Cruzeiro do Sul CSKA Defelê Dinamarca Equipes inesquecíveis Escudos Eslovária Eslovênia Espanha Esperança Estados Unidos F-Arte Fenerbahce Fiasco FIFA Figueirense Fiorentina Flamengo Fluminense França Futebol Gama Gana Goleiros Grécia Grêmio Grêmio Brasiliense Grêmio futmesa Guará Hertha Berlin Holanda Honduras Hungria Ibis Inglaterra Interestadual Internacional Internazionale Ipatinga Itália Japão Jogões Juventus Legião Libertadores Malutron Manto Sagrado Mengão 81 Mesas Milan México Nigéria Nova Zelândia Novorizontino Obina Palmeiras Paraguai Paraná Payssandu Periquito Piloto Pioneira Ponte Preta Portugal PSV Rabello Real Madrid River Plate Roma Sampaio Correa Santos Schalke 04 Seleção Seleção Brasileira Senta a Púa Serviço Gráfico Sobradinho Sporting Suíça São Caetano Sérvia Taguatinga Tiradentes Torneio Dadinho Torneio do Terraço Traves UEFA Uruguai Usinagem Valência Vasco vidrilha Vidrilhas Vila Nova Volta Redonda Werder Bremen Zamorim F.B. África do Sul

Parceiros

eXTReMe Tracker