É o Pet, é o Cara

28 de junho de 2011

Queria ter escrito este texto logo após a despedida oficial do Pet do Mengão, mas acabou ficando para agora. Antes tarde do que nunca!

Mesmo antes do jogo, fiquei muito feliz pelo Mengo ter feito a despedida dele em um jogo oficial de Campeonato Brasileiro, o maior e mais foda campeonato de futebol do planeta. Demonstrou um grande respeito pelo cara. Muitas pessoas falavam que era um absurdo, que o Brasileirão era coisa séria, que não se podia fazer festa assim. Muitos outros achavam até que ele não merecia nem despedida, porque era arrogante (até concordo), encrenqueiro e que nunca teria feito nada de realmente importante pelo clube.

Bem, vamos lá, começando pelo final. Se um Campeonato Brasileiro não é algo importante, então preciso rever meus conceitos. Não que o Gringo tenha sido o único responsável pelo título de 2009, que tenha levado a equipe nas costas. Não, claro que não, mas foi certamente uma das peças fundamentais para a conquista. Os golaços que ele fez, a armação das jogadas e o comando da equipe deram muita moral para todos. Outro feito, “O Gol do Pet”, inesquecível! Apenas um Campeonato Carioca “sem importância”?! Só louco pra ver assim. Foi um TRI, fazendo do maior rival TRI-VICE, com um gol antológico quase no fim da partida e com uma equipe que vinha completamente desacreditada antes da final. Meu amigo, se aquele gol não lavou a alma de algum rubro-negro, se não fez algum de nós pular e gritar euforicamente, então muda de time. Claro que ninguém se torna ídolo por um gol, mas AQUELE gol é um ícone, um marco histórico no futebol do Mengão, assim como o é o “Gol do Rondi”, por coincidência (ou não), também em cima do Bacalhau, numa situação muito parecida.

Além do mais, o Pet foi um dos poucos jogadores, pelo menos dos decisivos, que eu tenho visto em muito, mas muito tempo, honrando o Manto Sagrado como o torcedor quer ver. E essa imagem aí em cima, na explosão do gol, mostra bem isso, na minha opinião.

Esse escudo faz parte de um jogo de escudos que fiz para um time meu, no ano passado, mas que ainda não se materializou, o que espero que aconteça em breve. Infelizmente, não vou publicá-los aqui ainda, porque são exclusivos e quero ser o primeirão ;-)

Valeu, Pet!

Deixe um comentário


Marcadores

1930 1934 1938 1942 1943 1944 1953 1954 1955 1958 1961 1962 1963 1966 1970 1974 1976 1980 1981 1982 1983 1987 2008 2009 Ajax Alemanha Argentina Argélia Arsenal Atlético Madrid Atlético Mineiro Atlético Paranaense Austrália Bahia Bangú Barcelona Bayern Boca Jr. Bola Quadrada Botafogo Botões Bragantino Brasil Brasiliense Brasiliense 2009 Brasília Camarões Campeões Brasileiros Campeões Candangos Campeões mundiais Campineira Ceará Ceilândia CEUB CFZ-DF CFZ/DF Chile Coenge Colo-Colo Colombo Copa 2010 Coritiba Coréia do Norte Coréia do Sul Cosmos Costa do Marfim Criciúma Cruzeiro Cruzeiro do Sul CSKA Defelê Dinamarca Equipes inesquecíveis Escudos Eslovária Eslovênia Espanha Esperança Estados Unidos F-Arte Fenerbahce Fiasco FIFA Figueirense Fiorentina Flamengo Fluminense França Futebol Gama Gana Goleiros Grécia Grêmio Grêmio Brasiliense Grêmio futmesa Guará Hertha Berlin Holanda Honduras Hungria Ibis Inglaterra Interestadual Internacional Internazionale Ipatinga Itália Japão Jogões Juventus Legião Libertadores Malutron Manto Sagrado Mengão 81 Mesas Milan México Nigéria Nova Zelândia Novorizontino Obina Palmeiras Paraguai Paraná Payssandu Periquito Piloto Pioneira Ponte Preta Portugal PSV Rabello Real Madrid River Plate Roma Sampaio Correa Santos Schalke 04 Seleção Seleção Brasileira Senta a Púa Serviço Gráfico Sobradinho Sporting Suíça São Caetano Sérvia Taguatinga Tiradentes Torneio Dadinho Torneio do Terraço Traves UEFA Uruguai Usinagem Valência Vasco vidrilha Vidrilhas Vila Nova Volta Redonda Werder Bremen Zamorim F.B. África do Sul

Parceiros

eXTReMe Tracker